Atualizado 01h22 Sábado, 07 de setembro de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Política

EMBRAER 2012 - " COM QUE ROUPA EU VOU ?"

372 acessos - 2 comentários

Publicado em 17/11/2011 pelo(a) Wiki Repórter W.GERLING, SÃO PAULO - SP



 Dando uma vista geral no Brasil de uma década (sem esquecer os últimos acontecimentos) talvez caiba a pergunta : “É possível uma fase de transição ocorrer de forma equilibrada ?”No que depender do panorama que estamos acostumados a ver por aqui parece que o equilíbrio nos é impossível .A transição que o Brasil protagoniza ( como emergente , ugh!) mais se assemelha a uma cama elástica ambulante onde todos pulam sem o mínimo de preparo físico e a cada “ performance” são vítimas de dores lombares ,torcicolos ,fraturas e outras lesões.O preço desse espetáculo circense mambembe , um” Cirque Sans Soleil”, é o atraso.Atraso porque projetos foram feitos , verbas aprovadas,objetivos definidos e deixados ao poder de decisão dos ministérios reféns de política partidária, com o agravante de os ministros não entenderem patavina dos aspectos técnicos de suas pastas.
Os chefes dos ministérios expõem , constantemente,falta de conhecimento,falta de decoro parlamentar e corrupção contaminada por um continuísmo genético ,uma vez que nessa dança das cadeiras o próximo a sentar-se é sempre um assessor consciente e conivente com tais situações .Embora não seja objetivo desse texto , vale lembrar os recentes escândalos envolvendo o Ministério dos Esportes e na seqüência o Ministério do Trabalho.Não há credo partidário que se safe.A imagem do país fica comprometida quando um Ministro com cara de deboche desafia “ no ar “ a autoridade máxima de um presidente ( gostem dela ou não).Penso que a constituição dos ministérios deveria ser repensada uma vez que alguns deles mostram-se inúteis e não deveriam sequer existir .
- A EMBRAER, como empresa, acaba sofrendo desses males , uma vez que além da sua divisão civil posa como componente estratégico no que diz respeito a nossa soberania.
A EMBRAER é um orgulho nacional .Desvencilhou-se de certa forma do governo e cresceu de maneira a trazer preocupações às maiores empresas do setor no mundo.Eu penso que dirigir uma empresa dessas deve ser um stress só , pois uma decisão precipitada, uma troca de favores ou a prevalência de certos orgulhos e pudores podem dar de mão beijada o controle de situações que nos interessam aos cuidados estrangeiros que , impondo sua tecnologia e seu “ modus operandi” cerceiam o desenvolvimento do país em áreas nevrálgicas .
No que diz respeito ao desenvolvimento do novo KC-390 eu creio que a intervenção de Dilma quando do Salão de Le Bourget , ainda que atrasando o projeto foi benéfica.Talvez o olhar feminino tenha jogado um balde de água fria nas parcerias e acordos que estavam prestes a serem feitos.Parece que o imbróglio todo se deu mediante a não aceitação das empresas interessadas em arcarem com os custos para a modificação do desenho da aeronave para receber os motores e outros componentes.
Esse é apenas um fato , porém a situação mostra-se complexa quando pensamos que outros programas estão atrelados e os interesses não são tão ingênuos como pensam alguns , onde valha a opinião de “ que vença o melhor”.A uma espécie de “ chantagem” e até boicote que acabaram por atingir o programa FX-2.Daí , as coisas ficarem estagnadas , e no final das contas ( a meu ver ) a prudente decisão de Dilma de levar as coisas em banho Maria,fazendo baixar um pouco a febre da Boeing e de Monsieur Sarkozy.Um ano a mais numa década de espera não modificará grandes coisas, talvez até clareie as idéias de quem de direito.
Uma outra questão ou ponto de vista levantado pelo Dr.Giulliano Frasseto , ligado à FAB através do CECOMSAER é a de que houve revanchismo contra os militares , talvez ,por conta do passado de nossa Presidente .Nessa linha de pensamento pesa ,ainda, a influência da Presidência do Senado prezando interesses internacionais em detrimento de projetos nacionais que se mostram urgentes.

Voltando ao KC-390 ,ao que tudo indica, essa parada estratégica para reavaliações rendeu em decisões acertadas.Para quem esta acostumado a escutar o “choro” das turbinas GE que normalmente equipam os aviões da EMBRAER os KC-390 “ cantarão uma música diferente.
Fruto da globalização , e não podemos fugir disso ,a empresa escolhida para fornecer os motores não será uma “pura “ GE ou Pratt&Whitney ou uma Rolls Royce.Embora todas elas tenham interesses na escolha, as turbinas serão fornecidas pela ’International Aero Engines.Os motores são ao mesmos V2500-E5 que equipam os Airbus A-320 . fornecendo 29000 libras de empuxo cada.
A ’International Aero Engines AG’ (IAE) é um consórcio multinacional formado pelas fabricantes ’Pratt & Whitney’, ’Rolls-Royce’, ’Japanese Aero Engine Corporation’ e ’MTU Aero Engines’. Com mais de 25 anos de experiência no fornecimento de motores para aeronaves comerciais, já entregou 5.500 motores V2500 para 190 clientes em 70 países.”
O cenário mundial da aviação esta mudando rapidamente e a EMBRAER chega a um “ turning point” interessante , onde uma decisão de liderar o mercado que já possui ou partir para um enfrentamento com Boeing e Airbus terá de ser tomada , mais cedo ou mais tarde.
De qualquer maneira e diante dos sintomas de crise mundial não podemos adotar a postura de “ líder de tendências” , pelo contrário , a prudência recomenda esperar pelas decisões das grandes companhias.Parece que a Boeing pretende lançar um novo 737 , o 737B e a Airbus acompanhará com novos 320 .Nesses aviões parece que as maiores vedetes serão os motores de nova geração , o que obrigará a EMBRAER a , também, modificar os seus modelos de linha .Os novos motores são mais silenciosos , menos poluentes e mais econômicos.
Quem parece sair na frente com os novos motores é a Pratt&Whitney.Já há um projeto sendo testado com a adoção de uma caixa de redução conectada ao turbofan diminuindo a velocidade de rotação e aumentando a circulação externa de ar.Com essa caixa de redução o Turbofan e a turbina de baixa compressão que são ligadas ao mesmo eixo girarão em velocidades diferentes beneficiando a expulsão de gases que promovem o empuxo e melhorando a queima do combustível com maior economia e menos ruído.
Esses motores, com certeza equiparão os novos Mitsubishi que concorrerão com os Embraer.
Fora o problema da readaptação de motores existe a possibilidade da fabricação de jatos comerciais maiores do que os 170 e 195.
Embora exista a possibilidade a EMBRAER decidiu concentrar-se nos produtos que já estão no mercado , evitando um confronto com Boeing e Airbus , donas de um faturamento , pelo menos 10 vêzes maior que a empresa brasileira.Numa época de mercados em crise seria temerário investir cerca de 3 bilhões de reais num projeto totalmente novo sem a certeza de retorno financeiro.
Porém , ao contrário do que tais situações possam sugerir , eu creio que chegamos a um ponto de real alento e desafio que deve ser encarado com a maturidade adquirida por uma empresa que cresceu ao par das melhores indústrias estrangeiras na contramão de tantos outros empreendimentos fundados pela iniciativa governamental.
.
Cenário de tantas mudanças e projetos em execução os anos de 2010 e 2011 prometem projetar em 2012 a imagem final de tantos rascunhos que pretenderam ser a lição de casa passada a limpo.
Esperamos que seja assim e que a EMBRAER livre de pressões possa enfim se decidir com que roupa ela vai ao complicado Samba do Desenvolvimento .




.

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
W.GERLING
SÃO PAULO - SP



Comentários
01
Reporte abuso
Giulliano B. Frassetto
Criciúma-SC 18/11/2011

Minha ligação com a FAB é de aficcionado, admirador, incentivador e colaborador na medida do possível. Portanto, sem vinculação com o Cecomsaer, qualquer outro ramo da Força, ou a ela propriamente dita, sem poderes para por ela se manifestar.


 
02
Reporte abuso
PAULO SPOCK
sampa 17/11/2011

Se quiser se dar bem com alguns novos militares traíras, preocupados com seus cargos e bons salários, é melhor vestir-se de vermelho.


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br