Atualizado 19h27 Quinta, 12 de setembro de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Humor

"A vingança do bode"

442 acessos - 0 comentários

Publicado em 27/06/2011 pelo(a) Wiki Repórter ADhemyr, SÃO PAULO - SP



Publicado na “Coluna do Bodão”, do Jornal Notícias (http://www.jornalnoticias.com.br/), na edição nº. 110, de junho de 2.011

Minelau vivia ancorado no cabo da enxada, capinando mato que invadia seu terreno, porque plantação mesmo que era bom morria antes da vinda do mato... Tinha um bode que gostava dele, mas ele não gostava do bode, não. Judiava do pobre animal.

Comprara aquela terra por preço de banana, embora nem banana desse ali. Até que um dia a vida de Minelau mudou. Em sua propriedade foi encontrado petróleo!

Eis que surgiu um novo Minelau junto com o óleo negro! Não que agora ele fosse magnata; nada disso. Embora o poço estivesse em seu quintal, o petróleo era do Governo e não do Minelau. Mas ele passou a receber uma contribuição, um tal royalty, que ele nem sabia como pronunciar, mas soube logo como gastar!

Ele que antes vivera na miséria, viúvo, velho e sozinho, agora estava rodeado de “amigos”. Até o bode, seu companheiro de sempre, passou a ter um novo viver, --- pelo menos Minelau não tinha mais raiva de nada, para descontar no lombo dele.

Um dia apareceu gente da televisão para entrevistá-lo. Minelau se disse satisfeito com o royalties que recebia, e ainda apresentou ao público sua nova mulher, novinha, na casa dos 20, ele que já passava dos 70 anos!... E disse, olhando para as câmeras:

----Até muié novinha consegui com o petróleo; ói só, que belezura!...

Meses depois Minelau morreu; “foi comer capim pela raiz”, como disse a viúva, rindo, que logo trouxe para casa um antigo amante, sarado, moço como ela.

Enquanto isso todos os dias o bode ia junto ao túmulo do Minelau, que fora enterrado, segundo pedira, no quintal mesmo. De início pensaram que o bode sentia “saudades”. Mas é que ele havia escolhido aquele lugar para urinar... Urinava todos os dias no local onde estava enterrado o seu malfeitor.

Enquanto isso, o petróleo continuava jorrando e a jovem viúva, ao lado do amante, recebendo os royalties, que antes tanto fizera a soberba de Minelau.


ADhemyr Fortunatto
Escritor
(Autor de “Toda Feminista Tem Um Machão no Coração)”.
Jornalista
(Mtb 60.511/SP).
[email protected]

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
ADhemyr
SÃO PAULO - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br