Atualizado 01h22 Sábado, 07 de setembro de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Cultura

A ufologia precisa evoluir

1158 acessos - 3 comentários

Publicado em 17/06/2010 pelo(a) Wiki Repórter Viamão Hoje, viamao - RS





Panfleto da Semana Ufologica - Foto: Semana Ufologica

Desde que me conheço por gente, talvez até mesmo antes de aprender a ler, já sentia uma atração especial pelo espaço. Em parte talvez, pelos inúmeros filmes que assistia, ainda em Preto & Branco numa antiga tv Caravele, à válvulas! Das series que me impressionavam, posso citar o cômico "Perdidos no Espaço", o assustador "Os Invasores", e o mais cabeça de todos: "Jornada nas Estrelas".

Claro que com o tempo, diferentemente da maioria das outras pessoas que conheço, vamos avançando, evoluindo e conhecendo o universo, as tecnologias, a matemática, a física etc. Aos poucos vamos perdendo a paixão cega ou deixando de lado algumas idéias sobre contatos com estes seres evidentemente mais evoluidos.
 
Assim, chegou um momento em minha vida que, apesar de ter certeza absoluta em vida mais inteligente fora da terra, fico com um pé atrás quando se fala em Ufologia e, em especial, quando algumas pessoas se dizem Ufólogos.


Não que todos são completamente ingênuos como o pessoal que conheci em Corguinho - MS, onde qualquer satélite que viam nos céus eles chamam de "Naves GNA". Estive lá, a convite justamente para dar um parecer sobre o que estava acontecendo. E fiz várias experiências mesmo contra a vontade de alguns, fiz fotos, filmes, conversei com moradores da região etc. Conclusão (minha, é claro): não há anda lá, nem Ufos, nem ÓVNIS, nem seres de outras dimensões. Mas o pessoal se diverte, e isso é o que importa. Até hoje eles me ameaçam com processos por afirmar isso. Mas o que posso fazer. Não vou sair por ai falando que existem seres de outras dimensões lá ou aqui em Minas do Camaquã. Como sempre digo, nem me pagando eu mentiria para enganar meus leitores. Isso não é perseguição minha como dizem alguns, é apenas a vontade de exclarecer o publico leigo e fácil de ser manipulado. Isso é crime?

Se hoje, uma civilização digamos, um milhão de anos a nossa frente visita nosso planeta, na certa não viria em carne e osso (ou outra forma de matéria orgânica). Enviariam robots com Inteligência Artificial. Muito se ouve de seres inteligentes que vem, conversam, trocam pilhas de radio e carregam dinheiro no bolso (Camaquã - RS, Dezembro de 2009), fazem sexo com humanos etc. Não faz o menor sentido.
 
Sinceramente, não posso compreender como muitas pessoas formadas, muitos deputados, muitos juízes de algumas cidades acreditam nestas coisas. Uma coisa é ter a mente aberta; outra coisa é cair em contos de fadas.


Fora o Sol, a estrela mais próxima da Terra está a pouco mais de quatro anos-luz de distância. E na certa eles não poderiam viajar às cegas, proximos da velocidade da luz e topar com um asteróide ou outro corpo qualquer. Até seria possível, seres se transformarem em energia e viajarem acima da velocidade da luz e terem algum sistema para evitar colisões mas, eles seriam tão superiores a nós como nós estamos para as amebas. Não haveria porque haver um diálogo.

Mesmo assim, tenho ouvido e gravado "Seres" de outros planetas, mais especificamente da Constelação de Orion, distante a 1.500 anos-luz de distância que vêem a Terra falar abobrinhas (isso quando a gente consegue entende-los...). [Ouça a gravação]

Imagine você indo representar sua empresa num evento de alta tecnologia na Europa. Todos os esperam para conhecer o novo processador, 100 vezes mais potente que da concorrência e pela metade do preço. Você embarca e, lá pelas tantas você diz para o piloto que quer saltar numa ilha deserta para tentar ensinar a eles a produzirem processadores, nativos estes que ainda nem conhecem o fogo.

Da mesma forma, estas civilizações que existem realmente, não podem nos passar nada porque não temos o mínimo de base para aprender. O máximo que podem fazer, se é que suas sondas ainda não fizeram, é observar-nos como curiosidade apenas.


Vejo também muitas entidades gastando bilhões na tentativa de fazer contato via ondas de rádio, como o SETI, por exemplo. Isso, a meu ver seria, na mesma proporção, o mesmo que os índios americanos tentarem fazer contato com seus familiares que moram no Brasil, utilizando sinais de fumaça. Com certeza as ondas de rádio e toda a nossa eletrônica é muito útil mas quem poderá afirmar que vai reinar por mais 100 anos? Da mesma forma que não daria para construir foguetes interplanetários utilizando maquinas a vapor, não se pode imaginar naves movidas a ação e reação, seja hidrogênio, fótons, íons etc.
 

Acredito que a Ufologia hoje, deve prestar muita atenção nisso que citei acima ou a mesma se tornará mais um grupo de dementes como os milhares que vejo por este Brasil a fora. É muito divertido de participar, não tenho dúvidas, ainda mais para quem não tem nada de útil a fazer. Tomar chimarrão no meio do mato à noite, conhecer algumas mulheres sedentas por um contato extra-terrestre (ou outra coisa qualquer), vender aparelhinhos que detectam UFOs, vender livros, revistas, terrenos na lua ou aqui mesmo etc.
 
O pior que a Internet esta ai para levar conhecimento para as pessoas, mas alguns grupos a estão usando justamente para deixar as pessoas mais ignorantes com relação a estes assuntos.


Na próxima seman, haverá um encontro de Ufólogos em Porto Alegre (foto). Talvez vá e conte minhas aventuras que tive nesta área. Talvez isso não importe pois as pessoas que geralmente vão a estes encontros querem ouvir e ver coisas que falem de OVNIs, indiferente se são verdadeiros ou não. Não teria a menor graça eu falar que visitei os ditos lugares quentes onde tem aparições e revelar que não tem. Isso não dá Ibope. Enviei vários e-mails para o pessoal mas até agora não tive respostas. Puxa, esse pessoal quer fazer contato com Extra-terrestres mas nem responder meus e-mails respondem... Assim fica difícil, pessoal!


Postado por Silvio Monteiro em www.silviomonteiro.blogspot.com

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
Viamão Hoje
viamao - RS



Comentários
01
Reporte abuso
Paulo
Sorocaba 12/08/2010

O Lauro ainda acredita que os desenhos de Nasca tem a ver com ufologia... Por isso, estamos assim.


 
02
Reporte abuso
lauro
Entre Rios de Minas 18/06/2010

Em parte, até concordo com o que vc diz, mas tem muita coisa inexplicada por aí, como aquelas gravuras em Nazca no Peru. E tantas outras coisas inexplicáveis mundo afora. Concordo que maioria quer é vender o que já se está farto de saber, e não acrescenta nada de novo.


 
03
Reporte abuso
Paulo Saldanha
Santa Maria - RS 18/06/2010

Nunca tinha me dado conta disso. Já fui em muitos encontros e todos falam as mesmas coisas. Acho que só quem ganha com isso são os organizadores e quem vende livros e revistas. Valeu por me exclarecer isso.


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br