Atualizado 13h19 Quinta, 22 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Economia

A empresa, o consumidor, Bill Gates e o Zé da Padaria

782 acessos - 0 comentários

Publicado em 31/01/2010 pelo(a) Wiki Repórter JohnRobertvisao, São Paulo - SP



Clientes cativos são o sonho de toda empresa, mas... elas raramente se dedicam a esse intento, quase sempre dito e proclamado, porém esquecido e abandonado "às favas", amparados pela incompetência gerencial daqueles que deveriam se dedicar a esta SÁBIA DECISÃO de TENTAR TRANSFORMAR FREGUESES EM CLIENTES FIÉIS e, acima de tudo, DIVULGADORES dos produtos e serviços aos outros.

É lícito e natural, quase que automaticamente, a busca pela VENDA de produtos & serviços pelo comércios, empresas e organizações em geral, hava vista que o mote pelo qual existem é "GERAR LUCRO". Porém, o esquecimento de CUIDAR do CLIENTE como devem promove um paradoxal relacionamento no dia-dia com diversos consumidores.

Assitimos às situações esdrúxulas do tipo indústrias de automóveis, hipermercados, grifes famosas, operadoras de telefonia, companhias de aviação, cartões de crédito, lojas de departamentos DIVULGAREM INSISTENTEMENTE SUAS QUALIDADES e BENEFÍCIOS nas TVs, rádios, revistas e jornais, enquanto na INTERNET "bombam", como dizem os mais jovens, reclamações e mais reclamações dos mesmos produtos e serviços, ou seja, muitas empresas escoram-se na burocracia e lentidão do Sistema Judiciário e sabem que na luta diária e correria pela sobrevivência esses assuntos são deixados de lado... deixando os problemas caírem no esquecimento... UMA PENA, POIS PERDEM AS MELHORES OPORTUNIDADES DE REALIZAR SEU MARKETING INSTITUCIONAL.

Sabemos, por uma questão existencial, que o indivíduo que vive no bem é sempre exemplar. Porém, aquele que erra e tem coragem de pedir PERDÃO demonstra uma FORÇA MAIOR e uma HUMILDADE básica aos cidadãos elevados e nobres. Isto posto, deveriam as empresas buscar a todo custo estes "pepinos" empresariais que causam mácula à organização em questão e se dedicarem a resolver URGENTEMENTE, a todo custo, evitando a LIDE JURÍDICA. Aí sim estariam demonstrando, na prática, que são tudo aquilo que dizem em suas propagandas e certamente o "cliente", provável prejudicado, divulgaria a elevação e nobreza da atitude desta empresa em buscar deixar tudo em "pratos limpos". ESTAS EMPRESAS declarariam, exemplarmente, que RESPEITAM O CONSUMIDOR, haja vista aquele que já teve um lanchinho queimado no McDonald’s...o que eles fazem? Simples, TROCAM SEU SANDUÍCHE RAPIDINHO, dizendo na prática que VOCÊ É O REI, O REI CONSUMIDOR. Em outras palavras, nem precisam escrever o velho chavão do Comércio: "AGRADECEMOS A PREFERÊNCIA, VOLTE SEMPRE".

Porém, a questão é COMO TRANSFORMAR um freguês em CLIENTE FIEL, CATIVO E DIVULGADOR. As REGRAS CLÁSSICAS PARA CATIVAR UM CLIENTE já são conhecidas há tempos, porém muito se há para INOVAR após o advento da INTERNET. Mas as empresas em geral deixam de lado os CLÁSSICOS PASSOS que seguram e mantém os clientes dentro de casa, felizes e satisfeitos.

Um passinho simples e que raramente as empresas fazem para buscar FIDELIZAR seus CLIENTES é a implantação do "velho e eficaz" CARTÃO FIDELIDADE, onde acabam registrando todos em seu mailing, conhecendo gostos e atitudes peculiares, além de promover DESCONTOS, PROMOÇÕES & INCENTIVOS só aos possuidores do cartãozinho fidelidade.

Algumas empresas até implantam, mas a famosa "MÃO DE VACA" do dono arcaico, jurássico e idiota impede-o de promover adequadamente $$$ BENEFÍCIO$ VERDADEIRO$ aos CLIENTE$ possuidores do CARTÃO FIDELIDADE, aliás quase todos nós possuímos algum cartãozinho deste tipo, mas sinceramente, PRA QUE ELES SERVEM, percebeu?!!!... Acabamos jogando-os numa gaveta e esquecemos que eles existem, aliás até as empresas que nos forneceram o CARTÃO se esquecem também e NÃO REALIZAM TÁTICAS COMERCIAIS INTELIGENTES para FIDELIZAR O "ABANDONADO E MAU TRATADO CLIENTE".

Se um funcionário NOVATO, dentro de uma empresa, olhasse seu número do CARTÃO FIDELIDADE e percebesse seus "anos de parceria" como CLIENTE PREFERENCIAL, ele certamente pensaria dez vezes antes de te maltratar, situação até comum hoje em dia, trazendo sempre à baila, pelo cliente ofendido, a famosa frase: "...sabe a quanto tempo eu sou cliente aqui?".

Triste desleixo comercial, mas é a mais pura verdade... todos sabemos, pois vivemos na pele esta realidade! As empresas que desejam sobreviver e perpetuar sua existência tem o DEVER de se dedicar à implantação do CARTÃO FIDELIDADE, mas com uma campanha agressiva de BENEFÍCIOS & VANTAGENS aos seus usuários, aí sim estarão fazendo a lição de casa na busca em CATIVAR E FIDELIZAR CLIENTES, com a conseqüência natural de LUCRO$ & mais LUCRO$ e em muitos casos tornando-se "cases" de sucesso.

Essa TÁTICA CLÁSSICA de relacionamento com o consumidor vale tanto para o BILL GATES como para o Zé da padaria.


Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
JohnRobertvisao
São Paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br