Atualizado 22h15 Sábado, 31 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Cotidiano

SEXO: MULHERES RUINS DE CAMA...

1788 acessos - 0 comentários

Publicado em 27/11/2011 pelo(a) Wiki Repórter Cesar, São Paulo - SP



Incômodo para os dois.... - Foto: web
Por: Dra, Michalina Wislocka
Tradução: Dra. Thereza Maria  Ovlowka

Uma das maiores causas do fim de namoros e outros relacionamentos entre homens e mulheres, é um fato geralmente ocultado pelos homens e atemorizadamente negado por suas parceiras;

O fato é que muitas mulheres são excessivamente largas em sua cavidade vaginal durante o ato sexual (por volta de 53% delas), não propiciando ao necessário atrito e prazer mútuo desejável, conforme dados de estudos abrangentes em sexologia, em âmbito mundial.

Muitos homens, insatisfeitos com o prazer sexual que obtêm de suas parceiras com tal característica física, alegam a elas os mais variados motivos para o término de seus relacionamentos, omitindo o verdadeiro problema.

Isso se dá em grande parte, pela natureza protetora masculina, que preserva a mulher desse trauma, muitas vezes assumindo para si o problema, imerecidamente.

Mas para compreendermos melhor essa realidade, devemos analisar os seguintes fatos;

Durante a excitação do ato sexual, a vagina lubrificada, se distende e se alarga para receber o pênis. Porém, e mais da metade das mulheres, notadamente as caucasianas e afro-descendentes, essa dilatação atinge diâmetro e flacidez excessivas, prejudicando o prazer sexual de seu parceiro, e o dela própria, independendo o fato dela ser uma adolescente ou estar na maturidade.

Segundo os estudiosos da etologia e sexualidade humana, esse seria um ardil evolucionário da espécie humana, o qual manteria sempre um grande percentual de machos insatisfeitos sexualmente, e à procura de novas fêmeas. Favorecendo a uma constante troca genética entre grupos e populações humanas, e aumentaria as chances de reprodução.

O ônus dessa insatisfação sexual mútua, é em sua maior abrangência, devido a essas características nas mulheres.

É cientificamente comprovado, que cerca de 85% dos homens possuem o pênis, quando ereto, na faixa de 13 a 16,5 cm de comprimento. Com diâmetro geralmente proporcional. Mas cerca de 53% das mulheres durante o ato sexual, apresentam o diâmetro do canal vaginal, com dilatação bem acima da necessária para acomodar o membro masculino, situado nessa faixa de dimensões normais.

Portanto, é muito maior o percentual de homens com pênis normais  adequados à atividade sexual satisfatória, do que mulheres 
com condutos vaginais com dimensões que favoreçam ao adequado atrito e prazer mútuo durante o coito. Fato agravado, para aquelas que passaram por partos naturais.

Na Natureza, as características físicas mais comuns numa espécie, são as ideais e que atendem às necessidades da mesma; e são fruto de longo processo de seleção natural.

Diante disso, se 85% dos homens possuem pênis na citada faixa dimensional, ela é o resultado dessa acurada evolução adaptativa.

Apenas entre 7% a 10% dos homens possuem pênis com dimensões acima dessa faixa, e isso por si só indca o quão biologicamente essa característica é desnecessária.

Se homens com pênis superiores a 16 cm fossem necessários ao prazer e fecundação das mulheres. o percentual desses indivíduos com pênis supra-dimensionados é que estaria em 85% da população masculina mundial, considerando as centenas de milhares de anos de seleção natural da espécie humana.

Diante disso pode-se concluir que mulheres que nutrem fantasias sexuais a respeito de pênis de tamanho acima do normal, geralmente são largas em suas vaginas,sendo essas fantasias muitas vezes, uma tentativa de compensação pouco natural, dado ao reduzido percentual de homens com pênis supra-dimensionados disponíveis.

A psiquê feminina tende naturalmente à uma maior mordacidade defensiva, beirando às vezes a crueldade clara. Isso explica o fato de muitos homens serem pejorativamente qualificados pelas mulheres em seus relacionamentos, em função das alegadas dimensões reduzidas de seus pênis, e o reduzido prazer que proporcionariam a elas, causando-lhes baixa estima e até traumas.

Nada mais injusto, quando todos os fatos científicos indicam que as causas do "problema" são geralmente o contrário.


Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
Cesar
São Paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br