Atualizado 01h22 Sábado, 07 de setembro de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Política

"O Brasil da Nova República"

452 acessos - 0 comentários

Publicado em 15/11/2011 pelo(a) Wiki Repórter SPOCK, São paulo - SP



 O Brasil da Nova República
Por José Geraldo Pimentel
Cap Ref EB

A corrupção se alastra como rastilho de pólvora no governo. Uma parte dos ministros e chefes de secretarias especiais, comandados por uma Casa Civil da presidência da república que não coordena e nem fiscaliza, pratica tráfico de influência, dando aval à corrupção que é generalizada no Executivo. Uma imprensa que bravamente, ainda que ameaçada, denuncia os desmandos do governo, constrangendo e obrigando a presidente da república a afastar os seus auxiliares menos precavidos e mais afoitos no trato com a coisa pública.

No governo anterior, - Luiz Inácio Lula da Silva, - denúncias contra os seus auxiliares eram tratadas como ’pequenos deslizes’, e jogadas para debaixo do tapete. Ainda hoje este cidadão manda os apontados como responsáveis por irregularidades, serem ’cascos-duros’ e resistirem sem entregar os cargos. Uma justiça que não faz justiça, e trabalha para defender os mais afortunados.

Faz parte da bandalheira que assola o país. Não é enfática nos seus veredictos, deixando margens a interpretações as mais variadas, sempre beneficiando o infrator; facilitando a fuga de criminosos; expedindo habeas corpus para livrar da prisão os bandidos de colarinho branco, mas aceitando condenações espúrias como a impetrada contra o Coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra, que pelo Supremo Tribunal Federal deve, sim, se responsabilizar pelos pagamentos das indenizações e pensões milionárias de alguns terroristas e guerrilheiros mortos na luta armada travada nos anos 64 / 85. E entrega parte do território nacional às nações indígenas mancomunadas com países estrangeiros, que lutam por terras ricas em jazidas minerais.

As Forças Armadas vão sendo descaracterizadas, perdendo o poder de dissuasão, a tropa morrendo à míngua com salários aviltantes, - a causa de baixas de jovens oficiais e graduados, que buscam em outras carreiras uma melhor condição de vida, quando não são levados ao suicídio, impossibilitados de viverem com o mínimo de dignidade. Neste desmonte as FFAA são sub empregadas, mal treinadas e jogadas em missões que nos reportam às atribuições de ’capitães do mato’ da época da escravidão. São lançadas nos morros para caçar traficantes; mas, jamais, cogitadas para ir atrás dos que assaltam os cofres públicos.

Ladrões que gozam da proteção da justiça e dos donos do poder. Ladrões ’amigos do Rei’! Um ’rei’ que comanda uma ’gang’ de 40 ladrões, que recebe a proteção do STF que engaveta um chamado processo do ’mensalão’, até que seja extinto por decurso de prazo.

O restante do país é só propaganda enganosa, distribuição de Bolsa Família, ’bolsa ditadura’, ’cota’ de todos os tipos e agrados, e a certeza que o pobre tem a morte garantida quando precisar de uma assistência médica. O pobre, não o ex presidente da república, senhor Luiz Inácio Lula da Silva, que tem um câncer diagnosticado no sábado, e na segunda-feira entra em tratamento no mais especializado e caro hospital do país.

Tratamento pago pelos que contribuem com o SUS e não são atendidos. O ex presidente Lula irá ficar bom, pois é assim que todos esperamos. E será como os fanfarrões Saddam Hussein, ex-presidente do Iraque, Muammar Kadafi, o coronel que liderou a Líbia, e outros enganadores do povo, que ele pagará os seus crimes de lesa-pátria; sendo caçado e morto como um verme nojento, escondido em uma tubulação de esgoto, ou no interior de uma cisterna cavada no fundo do quintal de uma casa em Caetés, no agreste pernambucano. Os usurpadores sempre morrem como cães leprosos!

As FFAA não só estão enfraquecidas materialmente. Moralmente estão a desejar, pois se acovardam e permitem que se criem um arremedo de comissão, dita da ’verdade’, que não irá esclarecer coisa alguma, mas levar às barras dos tribunais os militares que, cumprindo ordens superiores, e no dever de defender a pátria, lutaram, muitos perdendo a vida numa missão que se revelaria ter sido em vão!

O destino de cada um desses heróis está traçado. No momento que a Comissão Nacional da Verdade, aprovada no Congresso Nacional, seja assinada pela presidente da república, comissariados regionais baterão nas portas dos militares. A Lei da Anistia não resistirá por muito tempo, e os militares marcados para morrer moralmente, serão arrastados para os tribunais, condenados à longas penas, senão, à prisões perpétuas que também serão revigoradas no país.
Esses militares servirão de pastos para os abutres comunos-petistas.

Num país de covardes, dominado por meia dúzia de gente esperta, não poderia acontecer de forma diferente.

Mas não ficará tão ao gosto dos revanchistas de plantão. Essa corja de marginais já está com os seus nomes catalogados, listados e mapeados. Citar seus nomes seria dar margem a que no momento do acerto final, esses canalhas fujam do país para gozarem livres e fagueiros a herança de suas incursões aos cofres públicos, dinheiro enviado para paraísos fiscais. Permanecer no país, para que, se sua pátria é a ideologia e o lucro fácil!

Coloquem em prática a sua vingança descabida, que encontrarão o fio do sabre do fuzil do soldado cravado em suas gargantas. Vocês não terão o mesmo êxito dos argentinos. As nossas FFAA à despeito de na atual conjuntura nacional estarem de mãos atadas, comandadas por um bando de vira-casacas, traidores, covardes e bajuladores, não viraram as costas para os seus companheiros. Nós, a tropa, somos a força da instituição militar. Um minoria, apenas, se debandou para o lado do governo.

Nós venceremos!

Nota de Paulo Spock:
" Os esperançosos por um Brasil decente e dispostos, DE MODO EFICAZ, a realizarem tal feito podem chegar a alguns milhões. Vamos mostrar aos delinquentes do Palacio do Planalto que parte do povo brasileiro não  se sujeita a ser tratado como ignóbil cidadão de terceira categoria. 

NÓS VENCEREMOS!!!"

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
SPOCK
São paulo - SP



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br