Atualizado 18h47 Sábado, 07 de setembro de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Política

"Prejuízos para os mesmos de sempre"

592 acessos - 10 comentários

Publicado em 05/09/2011 pelo(a) Wiki Repórter RCSM, Belo Horizonte - MG



Por Carlos Chagas

No fim, sofrerão os mesmos de sempre, quer dizer, a imensa maioria de trabalhadores que precisam valer-se das políticas públicas de Educação, Saúde e erradicação da miséria. Nenhuma novidade flui desse bate-cabeça entre os três poderes, em se tratando de suas consequências.

O Judiciário exige reajuste que o Executivo não pode dar. O Executivo lava as mãos e condiciona o reajuste a cortes na Educação, Saúde e combate à miséria. O Legislativo remaneja recursos de programas sociais e atende o Judiciário. Quem perdeu? Nenhum dos três, até porque o aumento concedido aos integrantes do Judiciário em quinze minutos se estenderá aos altos membros do Executivo e do Legislativo.

Perderá o povão, abandonado nas filas de hospitais e postos de saúde, assistindo suas crianças submetidas à falta de escolas ou a lamentáveis e precárias instituições que não educam. Quanto à miséria, continuará igual, se não aumentar.

Com todo o respeito, mas a mensagem suplementar da presidente Dilma representou uma aula explícita de cinismo. Sua Excelência lavou as mãos, sugerindo ao Congresso retirar recursos das políticas sociais para atender as reivindicações dos tribunais. Deputados e senadores votarão eximindo-se de culpa, alegando atender à imperiosa sugestão. Ministros, desembargadores e juízes concluirão que, reajustados em níveis bem superiores à inflação, estarão contribuindo para o aprimoramento da Justiça.

Quanto à população carente, que se dane. Pagará a conta, mais uma vez.

Teria saída, esse nó? Seria possível o Executivo encontrar recursos para atender o Judiciário, apelando para o Legislativo?

Sem a menor dúvida. Bastaria o palácio do Planalto enviar ao Congresso, sem que o Supremo Tribunal Federal obstasse, projetos estabelecendo amplos percentuais de taxação do lucro dos bancos e das especulações financeiras. Cobrando imposto de renda do capital-motel, aquele que chega do estrangeiro de tarde, passa a noite e vai embora de manhã, depois de haver estuprado um pouquinho mais nossa economia. Que tal taxar para valer as terras improdutivas? Ou criar o imposto sobre grandes fortunas?

Desse elenco certamente incompleto emergiriam montes de recursos para remunerar melhor os três poderes, além de irrigar investimentos sociais. Enquanto isso, o partido talhado para realizar tais objetivos prefere desagravar José Dirceu e propor o controle do conteúdo da mídia...

É FAXINA MESMO

Atenção para o discurso pronunciado por Dilma Rousseff na sessão que inaugurou o Quarto Congresso do PT. Para dirimir dúvidas, a presidente enfatizou que a faxina continua. A luta contra a corrupção não se interrompeu e permanecerá sendo desenvolvida.

Os companheiros tiveram que engolir. Em especial aqueles que por motivos óbvios sustentavam a interrupção de investigações e de punição para os corruptos filiados ao partido.

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
RCSM
Belo Horizonte - MG



Comentários
01
Reporte abuso
gilmar
cuiaba 09/09/2011

Quem acredita que os servidores do judiciário federal estão ganhando uma fortuna , e que não precisa de aumento está muito enganado, apenas queremos reposição dos salários, já são 5 cinco anos sem aumento, minguém aguenta mais. Vamos lutar pelo que está errado, vamos nos unir nessa luta, AUMENTO JÁ!


 
02
Reporte abuso
nois é nois
sp 09/09/2011

(**) foi em um banco--e veja bem--quando o caixa percebeu meu "OLHO GRANDE" virou de ladinho e T-chau-imagino como deva ser essa fortuna--pra mim atingir essa meta--são vários meses ou quem sabe anos


 
03
Reporte abuso
nois é nois
sp 09/09/2011

Vamos mudar de assunto--salário é salário--juízes--desembargadores--deputados--mensaleiros--todos lutam pelo seu quinhão--e"nois" aposentados em fim de carreira?? que vai gritar por"nois"--não temos nem vez e nem voz--isso aqui é o pais das "maravilhas"--quem se desdobrou--pagou sem mesmo ter consentido tais descontos--hoje são jogados na lata- do-lixo por diversos "abutres" do poder-é ministro,é deputado,é senador,é presidente(a) quero deixar bem claro---a única vez em que ví 37.000,00-


 
04
Reporte abuso
Ruy Carlos
Belo Horizonte 07/09/2011

A revolta sobre os desvios escabrosos pela corrupção ativa e passiva é parte das revindicações que a população faz ao judiciário. O que acontece é que este mesmo judiciário esta passivo, a parte dos acontecimentos , e em alguns casos processa opinião contrária a opinião publica.Quer casos Cesari Bapiste , quer outro Ficha Limpa ,.Pense bem e veja o que estão fazendo os Ministros da Suprema estão coniventes com os Mensaleiros, tudo fazem e fizerem para os prazos vencerem.Precisa mais....


 
05
Reporte abuso
Odlanier
Magé 07/09/2011

Os tres poderes oficiais do Brasil deveriam ser independentes, mais não são, pois são dependentes um do outro em todos os aspectos.
Só que muitas das vezes a dependência tornam certas atitudes em coisas descaradas.


 
06
Reporte abuso
mario
porto alegre 05/09/2011

Sr. Carlos chagas, é bom pedir auxilio juridico antes de tratar de assuntos desta natureza. em primeiro lugar o que o executivo fez em cortar o orçamento solicitado pelo STF foi inconstitucional, isso qualquer um que leu a constituição sabe. em segundo lugar o judiciario só pleiteia um aumento que não é dado desde 2006! com certeza nosso país precisa melhorar os investimentos em políticas públicas, agora culpar o judiciário pq pede um reajuste que reponha a inflação desde 2006 isso é absurdo.


 
07
Reporte abuso
PAULO SPOCK
sampa 05/09/2011

Jose Milton, quer mais? Preste concurso para a Receita Federal. Vintinho por mes. As matérias são banais, basta estudar. Portanto, em vez de reclamar do salário, conquiste outro cargo que sua competência lhe permita.


 
08
Reporte abuso
Josué
Vitória da Conquista 05/09/2011

Mais uma vez a "mídia e a opinião pública" se voltam contra a reposição salarial de Juízes, membros do Ministério Público e servidores que, no caso dos servidores do MPU e do PJU estão desde de 2006 sem nenhum aumento... não seria mais interessante se revoltar contra o mundo de dinheiro desviado nesse país por causa da corrupção ???...Os servidores do Judiciário e do MPU não são responsáveis pela malversação do dinheiro público o que sem dúvida se reflete em menos escolas e atendimento de saúde


 
09
Reporte abuso
José Milton
Brasília 05/09/2011

Quando o assunto é reajuste de salários dos Deputados e Senadores, ninguém fala que vai provocar prejuízos para os menos favorecidos... Alias tudo é feito na calada da noite e pronto! Nós do Judiciário estamos sem reposição salarial há quase 10 anos... Lá no senado tem servidores ganhando acima de R$ 37. 000,00, cadê a mídia?


 
10
Reporte abuso
Luiz Fernando
Brasília 05/09/2011

O Executivo tem medo: sabe que sai caro não dar aumento para juizes.


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br