Atualizado 13h19 Quinta, 22 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Política

10ª Parada Gay da Bahia divulga vídeo contra a homofobia

776 acessos - 0 comentários

Publicado em 27/08/2011 pelo(a) Wiki Repórter valdeck, Salvador - BA





A organização da 10ª Parada Gay da Bahia inicia neste final de semana a divulgação de um vídeo institucional contra a homofobia. O material faz parte da campanha para coibir a violência praticada contra homossexuais e serve ainda de convocação para o evento, que acontece em 11 de setembro, em Salvador. Além do vídeo, haverá outdoor, cartazes e folhetos onde o GGB (Grupo Gay da Bahia), além de convidar para o desfile, orienta sobre o combate à homofobia.

“É muito difícil mudar comportamentos históricos, mas acreditamos que a informação correta e a educação libertadora têm poder de transformar homofóbicos em aliados” acredita o antropólogo Luiz Mott, fundador do GGB e decano do movimento gay no Brasil.

No vídeo, um pai lamenta que o filho dele é homofóbico e motivado por esse ódio agride e mata homossexuais. A criação é da agência Propeg, que buscou trabalhar com o imaginário invertido popular do possível “desgosto” e desapontamento quando pai ou mãe acabam descobrindo que tem um filho gay ou filha lésbica.

Assista ao vídeo da campanha da 10ª Parada Gay da Bahia
O GGB divulgou em janeiro último um relatório anual de assassinato de homossexuais no Brasil, com base em dados de 2010. Foram documentados 260 assassinatos de gays, travestis e lésbicas no país no ano passado, 62 a mais que em 2009 (198 mortes), um aumento de 113% nos últimos cinco anos (122 em 2007).

Dentre os mortos, 140 gays (54%), 110 travestis (42%) e 10 lésbicas (4%). O Brasil confirma sua posição de campeão mundial de assassinatos de homossexuais: nos Estados Unidos, com 100 milhões a mais de habitantes, foram registrados 14 assassinatos de travestis em 2010. O risco de um homossexual ser assassinado no Brasil é 785% maior que nos Estados Unidos.

A Bahia, pelo segundo ano consecutivo, lidera a lista macabra: 29 homicídios, seguida de Alagoas, com 24 mortes, e Rio de Janeiro e São Paulo com 23 cada. Rio Grande do Norte e Roraima registraram apenas um assassinato cada. Se relacionarmos a população total dos estados com o número de LGBT assassinados, Alagoas repete a mesma tendência dos últimos anos: é o Estado que oferece maior risco de morte para os homossexuais, cujo número de vítimas ultrapassa o total de todos os estados juntos da região Norte do país. Maceió igualmente é a capital onde mais gays são assassinados: com menos de um milhão de habitantes, registrou 9 homocídios, contra 8 em Salvador (3 milhões de habitantes), 7 no Rio de Janeiro (6 milhões de hab.) e 3 mortes na cidade de São Paulo, com 10 milhões de habitantes.

A 10ª Parada Gay da Bahia terá concentração a partir das 11hs do dia 11 de setembro, no Campo Grande, Centro de Salvador. A previsão de final do evento é para às 21h. É uma realização do GGB e tem como apoio, Governo da Bahia, através da Secretaria de Turismo, Bahiatursa, Secretaria de Cultura e Prefeitura de Salvador.

Fonte: A TARDE

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
valdeck
Salvador - BA



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br