Atualizado 23h57 Sábado, 01 de dezembro de 2012   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Política

"Itamar: político de sorte"

392 acessos - 4 comentários

Publicado em 04/07/2011 pelo(a) Wiki Repórter Soares, Divinópolis - MG



Itamar Franco:1930 - 2011 - Foto: Soares.edição
O político Itamar Franco foi mais longe do que talvez esperasse o cidadão Itamar Franco. Polêmico, temperamental, instável e teimoso, Itamar teve uma presença na História da República bem maior do que poderia prever o jovem prefeito de Juiz de Fora no final dos anos sessenta. O senador mineiro falecido no último sábado foi, ao longo de sua carreira, generosamente bafejado pela sorte e favorecido pelas circunstâncias políticas.

Sua candidatura ao Senado, em 1974 se deu porque o candidato natural ao cargo, Tancredo Neves, se recusou a sê-lo, pelo temor de desagradar os militares que comandavam o país. Em 1989, foi candidato à vice-presidência porque Fernando Collor precisava de um político de Minas para compor a chapa, e não havia outro disponível. Com a renúncia de Collor, a presidência lhe foi atirada no colo. Felizmente, soube fazer bom uso dela.

Na presidência, após a escolha e a demissão de alguns ministros da Fazenda, acertou na escolha de Fernando Henrique. O país estava mergulhado na hiperinflação, e o novo ministro projetou e gerenciou todo o processo que resultaria no Plano Real. Itamar, pouco versado em economia, teve o mérito de não interferir,e, ao final, dividiu com o seu ministro os méritos da vitória.

Muitas vezes vítima de injusto preconceito, Itamar era visto por parte da mídia, especialmente a de São Paulo, como um político fraco, ingênuo e desinformado. Parte do preconceito se justificava por algumas bizarrices que marcaram o seu estilo. O renascimento do Fusca,em 1993, o flerte com uma modelo sem calcinha no carnaval de 1994, a declaração da moratória da dívida do Estado com a União, e a mobilização da PM mineira para defender Furnas da privatização, quando governador de Minas, foram algumas marcas desse modo atípico de ser e de governar.

Com certeza, Itamar Franco não foi o exemplo de estadista que tentam nos fazer acreditar, após a sua morte. Mas também não foi um político menor. Contemplado pela generosidade da História, soube fazer bom uso das oportunidades que teve. Não houvesse outros motivos, bastaria o fato da estabilização da economia para colocá-lo no patamar dos políticos mais decisivos das últimas décadas.
http://blogdofasoares.blogspot.com

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
Soares
Divinópolis - MG



Comentários
01
Reporte abuso
Sidney Lara
Juiz de Fora/MG 05/07/2011

Itamar nunca foi um bizarro. Pelo contrário, sempre foi criativo, coerente e moderno em seus atos e opiniões. Quando de sua 2ª administração municipal local, ele, ético e transparente, criou uma autarquia municipal responsável pela pavimentação e urbanização da cidade, por necessidade e para não beneficiar um empresário sequioso em colocar a sua empresa congênere à disposição da municipalidade. Já presidente, enfrentou as fanfarrices do poderoso ACM, colocando-o em vexatória situação pública.


 
02
Reporte abuso
Antonio Pedro Pereira
Brasília 04/07/2011

Seu texto procura reduzir à sorte as qualidades de um político honrado, responsável por uma transição democrática no triste período Collor, vaiado no funeral de Itamar. Seu texto é uma avaliação menor da importância de Itamar Franco na vida política do país nas últimas décadas, desde o PMDB, o movimento pelas Diretas Já e até o seu grande feito, na ousadia, o Plano Real. Itamar, um homem simples, foi um grande brasileiro pelas suas virtudes, não por sorte.


 
03
Reporte abuso
nois é nois
nois 04/07/2011

Em vida possa ter sido bafejado pela sorte---mas após morte--só conseguiu enxergar "ESCORPIÕES" em sua volta---até Sarney compareceu no velório---tempos modernos!! (FHC) fez questão de se manter presente e derramar gotas de veneno sobre o esquife de Itamar---ele me auxilio muito no plano real---lembra-me o personagem do saudoso Péricles--Amigo-da-Onça da extinta revista O Cruzeiro!! Mais falso que nota de seis reais---sem contar com algumas presenças desnecessárias---politiqueiros de plantão


 
04
Reporte abuso
Carlos Ildo
São Paulo 04/07/2011

Quando presidentes como Lula e agora Dilma procuram proteger auxiliares corruptos, Itamar deu exemplo quando afastou um ministro até que fosse provado a sua inocência. Ei Dilma! Vamos seguir o exemplo no caso do ministro dos Transportes?


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2012. Brasil Mídia Digital

jb.com.br