Atualizado 18h09 Quarta, 26 de outubro de 2011   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

El Condor Pasa (Andy Williams)
Publicado em 26/10/2011 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Encontro das Águas (Jorge Vercilo)
Publicado em 26/10/2011 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
As Cores das Flores (Uma Lição de Vida)
Publicado em 26/10/2011 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Política

"Belicismo envergonhado"

327 acessos - 0 comentários

Publicado em 28/03/2011 pelo(a) Wiki Repórter Soares, Divinópolis - MG



Kadhafi e Obama antes da crise: petróleo fala mais alto do que "razões humanitárias". - Foto: Net.
É no mínimo questionável a decisão de Barack Obama de intervir militarmente na Líbia. Razões de ordem humanitária, usadas para justificar o ataque, não costumam mover as forças norte-americanas. Se fosse o contrário, Somália e Sudão que há anos vivem tragédias provocadas por títeres genocidas, teriam merecido dos Estados unidos o socorro que agora o governo de Obama julga os líbios merecedores.

Ao invadir o Iraque, o presidente Bush não ancorou sua ação em razões de ordem humanitária: preferiu alegar ser o país de Sadam Hussein uma ameaça ao mundo livre devido possuir um arsenal de armas químicas de destruição em massa. Como se viu, uma alegação mentirosa. Obama, cioso de sua imagem pacifista, não alegou razões de ordem estratégica e militar, mas sim a necessidade de proteger a população líbia dos ataques de Kadafi. Sob essa justificativa, a intervenção armada da coalizão passa a colocar em risco a mesma população que os Estados Unidos argumentam defender.

Bush, pelo menos, deu a cara a tapa e não escondeu os seus reais propósitos. Obama, pelo contrário, se revela um belicista envergonhado. A sua decisão carrega as marcas da dubiedade e do constrangimento. Dubiedade porque ao mesmo tempo em que determina os primeiros ataques a Líbia, empreende um tour internacional pela América Latina onde não faltaram loas à paz, à democracia e à liberdade dos povos.Constrangimento quando decide transferir para a OTAN o comando das ações da coalizão, a fim de esmaecer o papel dos Estados Unidos nesse episódio.

Atolado nos lamaçais do Afeganistão e do Iraque, o que os Estados Unidos menos precisavam neste momento era arranjar outro imbróglio militar. Kadhafi é um velho e grotesco ditador que ainda tem algum apoio em seu território – apoio que pode ser reforçado com a intervenção estrangeira -, mas que fatalmente sucumbiria sob a força de seus próprios erros e do crescimento inevitável da oposição.

Uma correta articulação entre as nações ocidentais e organizações democráticas, no sentido de apoiar efetivamente a oposição e boicotar o governo líbio, bastaria para precipitar a queda de uma ditadura evidentemente podre.Mas sob a ótica das grandes potências, e dos grandes grupos financeiros, tempo é dinheiro.

A Líbia produz normalmente cerca de 1,6 milhão de barris de petróleo de alta qualidade, o que representa quase 2% da produção mundial. Entre 30% e 75% da produção foi interrompida em decorrência dos distúrbios no país. As previsíveis perdas causadas pela interrupção despertaram no governo norte-americano o velho e conhecido instinto bélico, precipitaram os ataques contra Kadhafi, e colocaram mais um obstáculo na luta pela paz mundial.
http://blogdofasoares.blogspot.com

Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
Soares
Divinópolis - MG



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2011. Brasil Mídia Digital

jb.com.br