Login Senha  
 Recuperar senha      Cadastrar
HOME QUEM SOMOS PUBLICAR CONTEÚDO
 
ÚLTIMAS
PENDENTES
COTIDIANO
HISTÓRIAS ERÓTICAS
HUMOR
CULTURA
ECONOMIA
ESPORTES
PRESS RELEASES
DEU NO PAPEL
PERFIS
POLÍTICA
RANKING BW!
FOTOS
VÍDEOS
BRASILWIKI!
FEEDS
 
  Busca
 
COTIDIANO
 
226
acessos

Brasil avança na Copa da hipocrisia

Publicado em 03/07/2010
wiki repórter
Daniellobo
Rio de Janeiro-RJ
 

Brasil 1 x 2 Holanda. Como a maioria dos brasileiros, estou triste com o resultado do jogo, mas como a minoria dos mesmos, eu realmente acreditava que o Brasil seria hexa. Não por achar que em toda Copa o Brasil é favorito (embora eu quase sempre pense assim), não porque o nosso time é melhor do mundo. Também tive discordância com a convocação do Dunga, como todos. Para mim, Hernandes merecia uma vaga (no lugar do Josué, confesso!).

O que me fez realmente acreditar que seríamos hexa foi por estar no comando o Dunga, é, ele mesmo, esse cara turrão, que apanhou por 4 anos injustamente entre as Copas de 1990 e 1994 e agora mais 4 entre as Copas de 2006 e 2010 (e infelizmente, apanhará por mais 4). Nosso treinador é um herói, colocou seus princípios acima de qualquer coisa, uniu o time, acabou com a "seleção da Globo", democratizou o acesso (ou a falta dele) aos brasileiros. Foi justo, teimoso, é verdade (mas quem é o dono da verdade que ganharia a Copa no lugar dele?) e coerente até nos erros.

Quanto ao título do texto, a imprensa massacrou o Dunga esse tempo todo, mas quando ele foi quebrando tabu por tabu (3 x 0 no Chile, em Santiago, 4 x 1 no Uruguai, em Montevidéu (depois de 40 anos, e claro, 3 x 1 na Argentina, em Rosário - depois de 30 anos em eliminatórias, além de duas vitórias sobre a Itália, por 4 x 1 e 2 x 0 e Inglaterra, 1x 0) todos o amavam, "Dunga é mais bonito que o Kaká, será campeão mundial etc etc".

A torcida é passional, até entende-se que seja mais volúvel (eu sou assim com o meu time de coração), mas a imprensa, que vive da notícia, das palavras, informações e opiniões, é lamentável. Uma crítica aqui outra acolá é normal, todos discordamos de alguma coisa em todas as seleções, inclusive as que ganharam, mas daí a adotar a política de "morde-assopra" não o time, mas o técnico chega a beirar o ridículo.

Falou-se que o Brasil virou laboratório de estágio para técnico, como se o Dunga tivesse caído de paraquedas no futebol, mas todos exigiram mudança radical na postura, planejamento valores da seleção após a ridícula (essa sim) campanha de 2006.

Defendi o Dunga desde que ele assumiu a seleção, gosto do estilo dele de trabalhar, me faz lembrar Felipão e Bernardinho (sem comparar, claro), técnicos disciplinadores que não vão bancar babá de atletas. Quem não seguir sua cartilha, a porta é aquela ali e o último apaga a luz (certo Adriano?). Torci muito por essa seleção mais que em qualquer outra Copa, por causa dele e do Elano (outro que apanhou muito também), faço exceção a de 2002, pelo mesmo motivo, mesmo tendo ficado revoltado pela ausência do Romário - deu certo, Brasil campeão de 2002.

Defendi como torcedor, afinal, não sou jornalista e se fosse não seria esportivo, acho que teria até vergonha de ser por causa de certos elementos que não são jornalistas, mas pelos "profetas". O jogo mal tinha acabado e fulano dizia "viu, eu avisei", Beltranho dizia "pra mim não foi surpresa nenhuma" etc etc. Todos tínhamos preocupação com o Felipe Melo sobre seu temperamento, o Dunga de fato errou em relação a isso, mas os jogadores incontestáveis também falharam em não "matar o jogo" logo no primeiro tempo, porque ninguém fala deles?

Triste foi ver que alguns brasileiros torcem contra o seu país, só porque não gostam de "A" ou "B" e não é só no futebol, na política também é assim. Quem não conhece um "Lulista"’ doente e um "anti-Lulista" doente? O primeiro fala que tudo que o Lula faz, ta certo, e cita logo o governo anterior (sabe-se lá porque), o segundo fala que tudo que tudo o que o Lula faz ta errado, e quando dá certo não foi ele que fez, mas sua equipe.

Se o Brasil saísse da África como campeão, o herói seria provavelmente Kaká (apesar de não ter feito um gol sequer, mas fez importantes assistências) Robinho ou Luís Fabiano, mas como perdeu a culpa é do Dunga. Eu sou daqueles que atribui à maior parcela da vitória ou derrota, seja em qualquer ramo da vida ao líder (embora admita exceções). Penso que a estrela da Copa em 2002 foi o Felipão, e em 2010 seria o Dunga, mas em 1994 eu repartiria os maiores méritos entre Parreira, Romário e Taffarel, por razões que nem eu sei explicar esta exceção, mas que parece claro.

O que me entristece é que no Brasil, o ídolo nacional é ridicularizado (e não me refiro ao Dunga agora). Pelé, Tom Jobim, Ivan Lins são muito mais aplaudidos fora do Brasil, mas para a Madona ou a Beyonce, passamos semanas na fila para comprar ingresso, dias em frente ao hotel e ficamos maravilhados quando elas aparecem e fazem um simples aceno. Perguntem aos holandeses se eles trocariam a vitória de hoje por pelo menos um terço das nossas conquistas. Mas nós não, ao invés de falarmos "é, desta vez não deu" preferimos ridicularizar o homem que erguei a nossa quarta estrela e dizer que "bom mermo é a Argentina!" Inclusive os jornalistas.

Lamentável.

Versão para impressão     Enviar por e-mail

  Busca
 

COMENTÁRIOS

03/07/2010 - luizsorrab - são bernardo do campo
Parabens pelo artigo. Você sabe que a cultura do pessimisto serve p/ infundir complexo de vira latas. Está mudando, a derrota do Brasil foi normal diante de uma seleção tão boa como a nossa. Precisamos acertar esquema tático com a criatividade natural do jogador brasileiro, digo do povo.

03/07/2010 - Paulo - SP
Meu caro, Dunga perseguido? Ele sempre foi um péssimo jogador, só reproduziu seu talento agora, como técnico. E não confunda ser "turrão" com arrogância e prepotência. Pois é isso que ele é.

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.

COMENTAR - nome e cidade são obrigatórios

Quero ser informado sempre que este autor inserir novo post : Sim - Não
Quero ser informado sempre que um comentário for inserido neste post : Sim - Não

Nome
Cidade
Email
Comentário
(300 caracteres)
 

 

RECADOS DO EDITOR
Oportunismo
"Collor é um Ciro que deu certo, e o resultado é esse mesmo... oportunismo político".
Do wiki repórter Johan, de Fortaleza, sobre Jingle da campanha de Collor: seria cômico se não fosse trágico, publicada por Júlio Ferreira, do Recife.

Estado de espírito
"Carioca ama o Brasil, seja no frio ou no inverno. Acredite no que digo. Carioca é estado de espírito. Carioca é politizado e hospitaleiro na acepção do termo. Educado, inteligente, assim como você. Vai por mim, carioca, assim como todo brasileiro (não politiqueiro)".
Do wiki repórter josemir(aolongo...), de Volta Redonda, sobre Não parece o Brasil, cara-pálida?, publicada por luferom, de Brasília.

Prostitutas do fisiologismo
"O velho Arraes deve estar se remoendo no túmulo em saber que seu neto não passa de um subalterno do PT. Deu descarga no PSB. Espero que tenha valido a pena, ou será que foi apenas para comer as sobras do banquete das grandes prostitutas que vivem de fisiologismo (PT e PMDB)?"
Do leitor John Castle, de São Paulo, sobre Ciro Gomes pode desestabilizar polarização Serra-Dilma, de autoria de Didymo Borges, de Recife.
APONTE ERROS E DENUNCIE ABUSOS
CONTATO
Plataforma Wiki
A palavra é... VAIDADE

  Copyright © 2006-2009 Brasil.Wiki. Todos os direitos reservados. | Tecnologia iBlox.net   Comunique erros e abusos     Contato     Anuncie     Política de privacidade