Atualizado 01h22 Sábado, 07 de setembro de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Cotidiano

O Dia do Sexo e a fantasia de vaquinha

2483 acessos - 1 comentários

Publicado em 06/09/2009 pelo(a) Wiki Repórter Lorena Lee, São Paulo - SP



"Fiquei imaginando o que seria essa tal surpresinha..." - Foto: web

Hoje é Dia do Sexo! A data foi "institucionalizada" o ano passado, numa jogada de marketing por uma marca de preservativos e faz um trocadilho com a data "6/9". Entendeu? Vou ajudar: 69, uma das mais deliciosas formas de dar e receber prazer. Aháááááá, sacada (previsível) de gênio!!! E, claro, eu e uma legião de adoradores da coisa, cumprimos à risca a palavra de ordem da internet neste domingão: "Saia do computador e vá tirar o atraso"! Por isso, só agora este post. Uma vez explicado o "atraso" na matéria, vamos aos fatos.

Acho sexo uma das coisas mais maravilhosas que Deus poderia ter imaginado para seus filhos, pobres coitados que vieram passar maus bocados aqui na Terra em "provação", "evolução espiritual" ou seja lá o que for. Porém, sexo tem de ser bom, tem de ter cumplicidade, gostinho de quero mais, não pode ter hora, nem lugar.

Nem vergonha e muito menos comparação. Com cada parceiro, nosso desempenho é diferente. E o deles também. Isso não quer dizer que fulano seja melhor ou pior do que beltrano. E a gente sempre pode se surpreender. Isso que é o legal da coisa. Uhhhuuuu. Já me arrepia de lembrar a última surpresa com o Gostoso.

O sexo bacana é aquele sem frescura, sabe? Sem procedimentos pré-estabelecidos; é saber fazer diferente, mesmo fazendo igual. Sabe quando o sexo é bom? Quando o seu parceiro transa com você de manhã e você fica o resto do dia com a sensação de continuar transando com ele, continua sentindo seu cheiro, seu gosto, seu toque. Aí você sabe que valeu à pena. É o que compensa até chegar atrasado no serviço com uma daquelas desculpas do tipo "o trânsito desta cidade está cada dia pior...", "o carro não pegou..." ou até a infame do "pneu furado". O que importa é que seu corpo ainda arde por aquele momento de gozo.

E as pessoas fazem mesmo coisas loucas. A história do pneu furado é fichinha. Acabo de ter um acesso de riso ao me lembrar de uma (ex) amiga que para chamar a atenção de todos no trabalho, se fazia passar pela "Einstein" dos prazeres carnais. E seduzia uma legião de machos, que babavam em rodinhas para ouvir suas histórias sempre muito apimentadas. E eu, como sua amiga íntima, acompanhava a tudo bem de perto. E olha que ela era tão boa que nem o Nilso, que antes de virar executivo havia sido dono de bordel, lá no centro antigo de São Paulo, conseguia superá-la nestas histórias de sacanagem.

Uma das mais engraçadas que eu me recordo agora, e que me provoca arroubos de risada, foi quando fomos visitá-la. Ela acabara de fazer uma cirurgia de hemorróidas (sim, a "deusa do sexo" tinha hemorróidas) e ela, mesmo convalescendo, não se fez de rogada. Engatou logo naquilo que achava fazer de melhor: falar de suas experiências sexuais. Então, começou a nos contar - estávamos eu, o Gostoso e o Nilso - como ocorrera sua última "conquista".

- Ele era o mais bonitão da turma da Pós. Com 1,90m, cabelos lisos e castanhos, porte atlético, um tesão... E tinha, claro, uma legião de mulher em volta dele. Como ele era fã da Madona e eu sou a sósia dela, foi fácil seduzi-lo para sairmos e nos conhecermos melhor.

Bom, Gilvanete marcou um segundo encontro e, garante ela, a arma da conquista foi acertadamente escolhida. Foram direto para o Motel ("Eu não perco tempo, né gente?"); lá pediu para ele esperá-la no quarto, pois tinha uma surpresinha para ele. Feito.

- Gente, esse homem urrava, delirava. Ele disse que nunca tinha visto nada igual. Que eu o tinha surpreendido. Tenho certeza que foi ali que eu o conquistei.

Neste momento da conversa, fiquei imaginando o que seria essa tal surpresinha... Foi quando ela levantou-se, ainda com alguma dificuldade do sofá por causa dos pontos, e foi até o quarto.

- Vou mostrar para vocês. Tenho aqui guardada!!!

E saiu andando, disfarçando a dor. Na sala, ficamos nos entreolhando, sem saber o que poderia vir dali...

- "Tchan Tchannn!!!!!!!!"

Bizarro. Foi a única coisa que me veio à mente. Gilvanete estava com uma fantasia de... vaquinha! Isto mesmo VA-CA. Bom, não que não fosse a cara dela. Mas nem de longe isso é algo sensual a ponto de "conquistar" alguém! E o que não poderia ficar pior, ficou. Gilvanete, começou a narrar como foi aquela transa histórica:

- Muuuuuuuu (disse, logo que abri a porta do quarto).... sua vaquinha chegou.... Vem cá, meu fazendeiro tarado.... vem me ordenhar....

- Mas..... Gillllva....

- Vemmmm, meu fazendeiro tesudo, vem ordenhar essa vaquinha teimosa.... Masssss eu só dou meu leitinho se você levantar meu rabinho e bater com força na minha bunda porque eu sou uma vaca muito máaaaa... Bate, bate, bate.... me chama de vaca... me ordenhaa e mexe no meu rabinhoooo...

- Gilvanete, mas..... e aí??? E ele???

- Gente, ele ficou caidinho... A-M-O-U... Me bateu tanto, me batia e ria, batia e ria... Claro, foi puro tesão... A transa foi meio estranha, meio rápida, mas sabe como é a primeira vez, né?!. Mas ele me disse que nunca poderia imaginar que uma mulher pudesse fazer aquilo seriamente. Nossa, não foi uma honra? Fala sério? Tá gamado, tenho certeza.

- Mas, então vocês estão namorando mesmo? Que legal! E saem muito?

- Então, na verdade.... a gente ainda não falou exatamente de namoro... Na verdade, a gente não conseguiu se falar depois desse dia. A secretária disse que ele anda muito ocupado de um mês para cá.

- Mas... então... Gilvanete...

- Mas, nada... Já comprei outra fantasia... Cadela.... Dessa vez, a Cadelinha vai me garantir o noivado. Ah, vai. Pode escrever...

Bom gente, para mim não precisa ter dia certo para ter sexo bom. Apenas bom-senso para não fazer como a Gilvanete e virar uma piada na cama. Claro que os homens gostam de ser surpreendidos, mas tudo que é exagerado não é legal. E tudo que é morno demais tende ao fracasso. Amor e carinho costumam ser ingredientes infalíveis.

Ah, e antes que me perguntem, a resposta é "sim". A história de Gilvanete é verdadeira, apenas troquei seu nome para preservar sua verdadeira identidade.


Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
Lorena Lee
São Paulo - SP



Comentários
01
Reporte abuso
cal55
Porto Alegre 06/09/2009

Depois dessa... A cho que vou parar de escrever e virar fazendeiro. Para falar a verdade, hoje! É o último dia da Expointer no RS... Não vou deixar as vacas em paz... Se me permite... vou procurar a Gil. Que bom tê-la de volta! MUUUUUU!


Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br