Atualizado 13h19 Sexta, 23 de agosto de 2013   |   Política de privacidade   |   Anuncie   |   Quem somos   |  
Logo JBWiki Logo JB Publicar Conteudo


O JBWiki! é um jornal online participativo, quem escreve é você!

Como funciona
1 Se você já tem cadastro, sua matéria é publicada na hora em pendentes
Cadastre-se
2 Se você não tem cadastro e quer enviar uma matéria, ela só é publicada depois de aprovação
Enviar matéria sem cadastro

Posts com vídeos

Tatuagem (Chico Buarque)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Guantanamera (Los Sabandeños)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
O Artista (Trailer Legendado)
Publicado em 28/02/2012 pelo(a) wiki repórter Júlio Ferreira, Recife-PE
Economia

Presente de grego

1062 acessos - 0 comentários

Publicado em 21/06/2009 pelo(a) Wiki Repórter aceemebe, Guarapuava - PR



Instituição financeira permite que você, tendo uma conta caracterizada no rol das chamadas "contas especiais" - ou seja - que tenha um "limite de crédito" para sacar a descoberto, utilize esse limite durante dez dias corridos por mês sem precisar pagar juro. Caso você ultrapasse esse período, pagará encargos sobre todo o tempo que a conta ficou devedora, além de arcar com o IOF, imposto federal que incide sobre todas as operações financeiras. Ou então, será debitado em sua conta "somente" o valor do IOF se forem apenas dez dias. É um presente e tanto!

Se você utilizar os últimos dez dias do mês e continuar devedor durante os próximos dez dias do início do mês seguinte, poderá ficar devendo durante vinte dias e usufruir da mesma isenção. Ótimo, não acha?

Vamos raciocinar e racionalizar essa bela vantagem:
Se eu não tenho que pagar juro, é porque nada devo, e, portanto, estou isento de ônus de qualquer natureza, já que a instituição financeira assumiu esses encargos. Mas aí vem a grande incoerência. Se eu usar desse "privilégio", não devo juro, mas o IOF sobre o saldo e o tempo da utilização é debitado em minha conta. Por que pagar encargos à guisa de imposto se nada devo? Mesmo que isso seja contratual, não é uma irracionalidade?

Ou a instituição financeira assume tudo ou acabe com essa vantagem. É como se eu recebesse um presente em minha casa e o mesmo viesse com "frete a pagar". Belo presente! O que acha o prezado leitor?


Reporte abuso COMPARTILHE No Twitter No Facebook

Todos deste(a) repórter

Publicado pelo(a) Wiki Repórter
aceemebe
Guarapuava - PR



Faça seu comentário - nome e cidade são obrigatórios
 caracteres restantes
Digite o código para validar o formulario

Trocar imagem
Quero ser inserido sempre que este autor inserir um novo post
Quero ser inserido sempre que um comentários for inserido neste post

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.


©1995 - 2013. Brasil Mídia Digital

jb.com.br