Login Senha  
 Recuperar senha      Cadastrar
HOME QUEM SOMOS PUBLICAR CONTEÚDO
 
ÚLTIMAS
PENDENTES
FOLHETIM
COTIDIANO
CONTOS
POESIAS
HISTÓRIAS ERÓTICAS
HUMOR
CULTURA
ECONOMIA
ESPORTES
DEU NO PAPEL
PERFIS
POLÍTICA
RANKING BW!
FOTOS
VÍDEOS
BRASILWIKI!
FEEDS
 
  Busca
 

Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

POLÍTICA
 
519
acessos

Populismo de Lula amedronta a oposição

Publicado em 14/04/2009
wiki repórter
Soares
Divinópolis-MG
 

O verdadeiro adversário em 2010 não será Dilma; será Lula e toda a gigantesca máquina pública. - Foto: Edição Soares

A pouco mais de um ano das eleições presidenciais, a oposição se apresenta tímida, desunida e desnorteada. A reboque das ações espetaculosas do governo, os partidos de oposição ainda não definiram um nome nem esboçaram um conjunto de propostas capazes de enfrentar o populismo de Lula e a máquina governamental.

Enquanto isso, o governo transforma o País num canteiro de obras virtuais, distribui benesses para as classes menos favorecidas, adota políticas demagógicas no campo do ensino universitário, empurra a crise econômica para debaixo do tapete com medidas paliativas e desenvolve uma campanha eleitoral fora de época sob os olhos complacentes da Justiça Eleitoral, visando promover a sua candidata, Dilma Rouseff.

Na verdade, falta à oposição a cara e o jeito de oposição, ou seja, uma atuação marcada por críticas e denúncias contundentes às mazelas governamentais, mas acompanhados de um conjunto de propostas e metas para se contrapor à inércia ou ações pouco consistentes do governo. Entretanto, a popularidade alcançada por Lula no segundo mandato levou a oposição a perder o discurso e passar a reagir de maneira acanhada e pontual a um ou outro ato negativo do governo.


De fato, as práticas populistas do governo e o carisma de Lula têm amedrontado a oposição. Acuada, ela é incapaz de criticar, por exemplo, as políticas de distribuição de bolsas e de concessão de cotas que formam o núcleo da ação social do governo. Existe o temor de que qualquer crítica mais contundente ao âmago dessas políticas desagrade as camadas beneficiadas por esses programas e, em consequência, reverta em perda de votos para a oposição.

Mas é um tema que, querendo ou não, a oposição vai ter que encarar de frente, pois certamente a campanha governista fará dele um dos motes principais da campanha presidencial. A oposição terá duas alternativas: prometer, como fez Alckmin em 2006, que vai "manter e aprimorar os programas assistencialistas"; ou projetar a sua substituição gradativa por programas sociais efetivos no campo da educação, saúde, saneamento e emprego.

Apesar de toda a onda midiática em torno da figura do presidente, a lhe garantir a aura de "governante mais popular do mundo" - o que foi reforçado pelas recentes declarações de Barack Obama na reunião do G-20 -, o governo presidido por ele tem a consistência de uma bolha de sabão. Compará-lo aos governos de Vargas e de JK é não somente agredir o bom senso como criar uma grande farsa histórica.

É preciso lembrar que nos quase sete anos de mandato o governo pouco fez em relação às questões sociais básicas. A escola pública continua a despejar alunos que mal sabem ler e escrever; no setor da saúde, os hospitais já não suportam a carga de internações e o SUS dá mostras claras de esgotamento do modelo; a segurança pública nunca esteve tão desestruturada e nas grandes cidades o Estado já perdeu o controle de diversas áreas para o tráfico; o setor de infra-estrutura, em especial as rodovias, sofre com falta de investimentos planejados. Enquanto as reformas política e tributária não saem do papel, Lula tem inflado a máquina governamental, aumentado os gastos com pessoal e privilegiado a área de propaganda com generosas verbas do Orçamento.

Mas não basta à oposição apenas denunciar as mazelas e fraquezas do governo. Muitas vezes, tais críticas e denúncias são vistas como intrigas ou como choro de perdedor. Se tem competência, disposição e moral, precisa atingir o âmago do eleitorado e convencê-lo de que suas propostas no campo social são de fato consistentes e capazes de conduzir o País ao desenvolvimento. Tem que convencê-lo de que em vez de bolsas, cotas e ações paliativas, o Brasil precisa de uma política pública planejada na área econômica e social, o que se traduz, inicialmente, pela diminuição do tamanho do Estado e a desoneração do setor produtivo, com a redução da carga tributária, e, a médio prazo, por uma revolução na educação.

É importante destacar que a oposição, na próxima campanha, não irá confrontar somente a candidata Dilma Rouseff. Irá enfrentar principalmente Lula, com toda a sua popularidade e o domínio da máquina governamental. E a prova disto está no fato de que sem perda de tempo, já colocaram a máquina em ação e saíram na frente na corrida pelo poder. Enquanto o principal partido de oposição não decide quem será seu candidato e se entrega a uma improdutiva discussão sobre a realização de prévias, Lula colocou o seu bloco na rua e, num claro desafio à legislação eleitoral, tem rodado o País, promovendo a candidatura de sua ministra, sob o pretexto de inauguração de obras do PAC.

Se o PSDB e o DEM não se organizarem e estabelecerem uma estratégia capaz de se contrapor ao populismo a às mazelas da atual administração, estarão condenados a passar, no mínimo, mais quatro anos na oposição ao lulo-petismo. A não ser que, entregando os pontos e desistindo da dura tarefa de ser oposição, resolvam aderir ao governo, como muitos partidos fizeram. Afinal, na política brasileira tudo é possível.

http://blogdofasoares.blogspot.com

Versão para impressão     Enviar por e-mail

COMENTÁRIOS

20/04/2009 - MÃEDEDOLFO - SÃO PAULO
Hoje o Lula somente paga os juros da dívida, mais de R$160 bilhões de reais por ano, porque o grosso da dívida o Brasil não consegue pagar, pois somos, e muito, por causa de Lula, ainda um Brasil de pobres.

17/04/2009 - Geronimo - Foz do Iguaçu
Dá-lhe LULA! Fico triste de ver que o preconceito neste País é tão grande. O governo Lula, sem dúvida, é melhor que todos os governos anteriores, sim, porque se teve algum governo bom anteriormente, eu não me lembro ou não vivi para provar. Esse governo tirou o País do atoleiro. Lembram do FMI, da dívida "eterna"? Hoje em dia não se houve falar em FMI e mais, no governo FHC ninguém falava sobre a LISTA DE FURNAS. Ppor quê será?
Essa lista tem os nomes do Alckimin, Serra, Aécio... por que será que nenhum meio de comunicação fala sobre isso?

15/04/2009 - MÃEDEDOLFO - SÃO PAULO
Tudo falácia. A popularidade de Lula se deve à sua militância que toma até anfetamina pra sempre ficar estimulada a fazer pressão com xingamentos e adjetivações. Lula é um pobre coitado que não sabe nem pra onde vai. Todos os seguidores do marxismo atualmente dependem das "instruções" de Fidel Castro pra continuar a manipular os sentimentos e emoções do povo. Quem aceita essa bobagem toda de comunismo são os sedentos por poder perpétuo e seus ignorantes defensores. Na Coréia do Norte, Kim Jong está matando de fome o povo. Niezov no Turcomenistão pesa miséria em cima do povo; Chávez e Morales já tão fazendo o mesmo, Fidel sacrifica os cubanos na fome, miséria e opressão. Todos em nome do poder perpétuo oprimem o povo. E aqui acontecerá o mesmo se o ESTADO DE DIREITO não prevalecer. Aliás, o povo brasileiro já é escravo de muita coisa e gente manipuladora. Eu cobro ESTADO DE DIREITO do especialista em direito constitucional - valeu

15/04/2009 - José Loureiro - Rio de Janeiro
Enquanto as viúvas do fernandinho ladram, a caravana passa.

15/04/2009 - Edmar - Belo Horizonte
Acho que todo governo é merecedor de críticas, porém, lendo este tipo de reportagem vemos que há um rancor muito grande contra a pessoa do presidente Lula. Bem ou mal, segundo a revista "Exame" o que está salvando este país da crise financeira é a melhor distribuição de renda conseguida neste governo.
Quanto à corrupção, o governo Lula será santificado perto das atrocidades cometidas no governo de Fernando Henrique. Leiam a história, meus amigos! Não se esqueçam dela!

15/04/2009 - gonçalves - campo grande - MS
É inacreditável a luta de setores reacionários que carream para o campo político. O ranço, a inveja na busca de ofuscar as transformações sociais que o governo LULA vem fazendo em nosso País, só há uma palavra para adjetivar esta posição, PRECONCEITO.

15/04/2009 - jonas oliveira - pelotas /RS
Chega de radicalismo, temos o péssimo hábito de ver as coisas de maneira unilateral. Infelizmente as pessoas não conseguem julgar algo de forma imparcial, julga-se maravilhoso ou horrível, e isto está acontecendo com o governo Lula. Por favos, vamos deixar de ser xiitas e comentar com serenidade e principalmente imparcialidade, louvaremos o que for bom e repudiaremos o que for ruim. Sem esquecer que não devemos olhar só para o nosso umbigo.

15/04/2009 - Luiz Constâncio Leite - Blumenau, SC
Ô cara-pálida! Por que o governo FHC, em dois mandatos, não fez a tal de "política pública planejada na área econômica e social"? Só agora vocês se lembram disso? A oposição irresponsável, além de não ter candidato, quer ver é mais o circo pegar fogo. Também pudera! Com o PFL agarrado nas costas, os tucanos dificilmente irão levantar vôo. Vão no máximo até em cima do muro, uma das suas características mais fortes.

15/04/2009 - Irami - Umuarama
O governo Lula é o exemplo perfeito de que o País não tem bons políticos ou políticos sérios (com raras exceções) e partidos bem estruturados... todos ficaram recebendo "benesses" como foi colocado na matéria, inclusive a oposição e, agora, diante da popularidade do "homem", ninguém sabe o que fazer...
Eu digo e repito: nenhum governo vai ser bom se os que o elege não estão nem aí... ou, se a oposição, que deve trabalhar seriamente para colocar o bonde nos trilhos, se deixa levar ao sabor de quem dá mais.

14/04/2009 - SPOCK - São paulo
Lutar contra uma farsa muito bem estruturada é algo quase impossível. O personagem Lula ainda é consistente e verdadeiro para a quase totalidade da nação brasileira. A percepção social do governo Lula é o inverso da realidade política que se apresenta. Em meio a um dos governos mais corruptos e inéptos do país, a população encherga Lula como "o melhor presidente do mundo", como o "grande estadista" e, "Lula fez por este país o que outros nunca fizeram".
Destruir uma farsa exige imenso trabalho consciencial. Ainda não conseguimos nem fazer acreditar que manga com leite não faz mal. Lula já faz parte de nossa história. Infelizmente, da parte pitoresca... junto com Jânio, Sarney e Collor.

14/04/2009 - nois ´é nois - nois--antes da materia esfriar-cá estamo
Na saúde estamos contentes, nosso digníssimo ministro Tem-Porão afirmou em bom som "o paciente do falido SUS, doravante será atendido pelo hospital Sirio Libanês-como diria o pastor evangélico "glória a Deus". Uma tremenda babaquice, conversa de político exdruxulo, pronunciamento rasteiro, humorístico, serve somente pra virar piada a quem conhece saúde. Jamais, nem mesmo em tempo de guerra seremos atendidos pelo Sirio Libanês. A empresa de saúde jamais vai dar bola a um indivíduo sem crédito. A mim não engana, palhaçada tem dia e hora certa, programa humorístico precisa urgente de você, Sr. Ministro!!

Se você é um wiki repórter, faça o login e seu comentário será postado imediatamente.
Caso não seja, seu post entrará na lista de moderação de BrasilWiki!
Use a área de comentários de forma responsável.
BrasilWiki! faz o registro do IP (número gerado pelo computador de acesso à internet) de usuários para se proteger de eventuais abusos.
Ao selecionar acompanhar comentários do post ou post do autor, é obrigatório o preenchimento do campo email e não é necessário fazer o comentário.

COMENTAR - nome e cidade são obrigatórios

Quero ser informado sempre que este autor inserir novo post : Sim - Não
Quero ser informado sempre que um comentário for inserido neste post : Sim - Não

Nome
Cidade
Email
Comentário
 

 

RECADOS DO EDITOR
A frase é...
"O crítico de banqueiro passou a ser venerado pela comunidade financeira graças à transigência de seu governo com os altos juros bancários."
(Do wiki repórter Julio César Cardoso, de Balneário Camboriú (SC), sobre Lula, no post O Brasil é dos espertos).
BrasilWiki! no Orkut
Lista de discussão
A palavra é... SINECURA

ENQUETE
A proposta de enquete é do wiki repórter RuboMedina, atento aos rumos da reforma ortográfica. Ele acredita que o H que inicia muitas palavras poderia ser suprimido, já que não haveria prejuízo para o entendimento. E pergunta: o que você acha?
Discordo. Devemos preservar a etimologia da palavra.
Concordo. A letra pode ser suprimida.

Ver resultado parcial
  Copyright © 2006-2009 Brasil.Wiki. Todos os direitos reservados. | Tecnologia iBlox.net   Comunique erros e abusos     Contato     Anuncie     Política de privacidade